Bate-Papo Quinzenal (Jun/16)

0
474

Resumo da Quinzena

31-mai-1714-jun-17Variação
Versa2,4152,5907,2%
Ibovespa62.71161.923-1,3%
CDI aa11,1%10,1%0,4%

Na primeira quinzena de Junho algumas posições que sofreram após a divulgação dos grampos no presidente Temer recuperaram as perdas, resultando no bom desempenho do fundo. A recuperação mais expressiva foi da Iochpe-Maxion, que subiu 13% na quinzena, recuperando a perda de 12% do mês passado, a qual era difícil justificar, como mencionamos no Bate-Papo de Maio. Ainda, nosso principal investimento, Locamérica, subiu 4%, impulsionando o fundo. A carteira short também teve bom comportamento, com destaque para a queda de 4% de Weg, que havia subido no stress por ser considerada uma boa proteção contra a desvalorização do Real, já que grande parte da sua receita vem de operações no exterior. A maior perda na quinzena foi com as ações de Petrobrás, que sofreu em consonância com a queda do petróleo após a divulgação de dados de produção e estoque maiores que o esperado. Esta posição é fundamentada na melhora operacional e de governança em curso na empresa e, montada na maior parte através de opções de compra, diminuiu concomitantemente à queda do papel.

No final do artigo sobre a turbulência política, que publicamos logo após a divulgação do grampo no presidente Michel Temer, apontamos que a volatilidade do mercado continuaria alta e, por isso, recomendamos aos investidores olhar a cota do fundo com menor frequência. Apesar da recuperação do fundo, a volatilidade do mercado continua alta, assim como a da carteira. Por isso, continuamos a recomendar cautela aos investidores, lembrando que investir é participar de uma maratona, e não um sprint de 100 metros. Continuamos a observar atentamente os eventos políticos e a reação da economia, avaliando constantemente a adequação da carteira ao cenário. So far, so good.