Resultado Mensal (Jul-17)

0
759

Resumo do Mês

30-jun-17 31-jul-17 Variação
Versa 2,715 3,391 24,9%
CDI aa 10,1% 9,1% 0,8%
Ibovespa 62.900 65.920 4,8%

 

Julho foi a maior alta mensal de Locamérica, nosso maior investimento, desde que entrou na carteira do fundo, o que levou ao segundo melhor mês da história do Versa. O resultado do 2o trimestre divulgado em Julho foi o primeiro com a participação da Ricci e mostrou o potencial da integração das duas companhias. A Locamérica individualmente apresentou margem de EBITDA de 64,5%, 1% abaixo do récorde histórico atingido no 1oT, enquanto a Ricci sozinha reportou margem EBITDA de 70%. Na conferencia de resultados, em resposta à pergunta feita pelo analista da GTI Rodrigo Glatt, o presidente Luiz Fernando Porto indicou que a margem da empresa conjunta, que foi 66,2%, deverá convergir para a da Ricci. Ainda, no final de Junho e já incorporada à Locamérica, a Ricci emitiu R$ 300 milhões em debentures de 5 anos a CDI + 2,1% aa e com os recursos irá pré-pagar a sua dívida que custa CDI + 6,5% aa. Além das sinergias, outra boa notícia do resultado foi a volta do crescimento à companhia. A queda no custo de captação de recursos e a melhora nas margens operacionais colocaram a Locamérica em melhor posição competitiva, conquistando R$ 122 milhões em novos contratos, um salto em relação a média de R$ 50 milhões dos últimos trimestres. Mantendo a rentabilidade que a Cia irá alcançar após a captura das sinergias com a Ricci, o crescimento torna-se grande fonte de geração de valor, já que neste setor a escala é o maior diferencial competitivo. A alta de 25% da Locamérica gerou 18% de alfa para o fundo. Outro destaque no mês foi a alta de 32% da Via Varejo, que também divulgou seu resultado trimestral onde mostrou uma melhora das vendas nas lojas e na internet e a expansão das margens operacionais, provando que a empresa continua avançando no processo de recuperação. Ainda, no início do mês foi divulgado que a Via Varejo firmou acordo com a família Klein para ajustar perdas indenizáveis de parte a parte decorrentes da fusão da Casas Bahia com o Ponto Frio em 2010. Esta pacificação era essencial para levar adiante o processo de venda pelo Casino, que pode gerar tag-along para os acionistas minoritários. Com a alta, a Via Varejo gerou alfa de 5% para o fundo no mês. O terceiro maior ganho da carteira, de 2,5%, veio do setor de shopping e lages comerciais, com a alta nas ações de BrProperties e BrMalls, que reagiram a queda na curva de juros. Ainda destaca-se o ganho de 2% em construção, com Even e Gafisa, setor que está ganhando relevância no portfolio, que será explicado no próximo artigo. Por último, na segunda quinzena de Julho a Bolsa ficou estável enquanto o Versa subiu 12,4%.

Posicionamento

Livro Posição Líquida Lucro (Prejuízo)
Long 205% 32,8%
Short -113% -3,0%
Opções 54% 1,5%
CDI 98% 0,4%
Taxas -4,8%
Resultado   24,9%

Como falamos no resultado da primeira quinzena, aumentamos a exposição direcional na Bolsa através de opções de compra por acreditar que as ações ainda não refletem a redução do estresse político, já refletida na curva de juros e no câmbio. O núcleo do portfolio sofreu uma pequena mudança com o aumento da exposição em construtoras através das ações da Direcional, que foi adicionada à carteira, e do aumento da posição em Even. A vitória do Temer sobre a denúncia da PGR na Câmara na quarta-feira (2) por expressiva votação mostrou a grande capacidade do presidente de recompor sua base política, e aumentou o otimismo em relação a aprovação das reformas da previdência, tributária e política. Com isso, mantemos a exposição direcional e aumentamos a convicção que, se não houverem fatos novos, a bolsa retornará em breve às máximas do ano.