Resultado Mensal: Versa +11,3%, CDI +0,5%, Ibov +8,9% (Jul-18)

137
5648

Resumo do Mês

A aversão à risco dos meses de maio e junho diminuiu após o fim das revisões para baixo do crescimento brasileiro e da melhora no ambiente externo. A ausência de piora adicional foi suficiente para fazer a bolsa se aproximar do patamar que negociava no início do ano, corroborando a hipótese que as ações estavam baratas naquela época. Continuamos a achá-las baratas atualmente.

Previsão FOCUS PIB 18 (preto), Ibovespa (azul) e o câmbio USDBRL (verde)

Os dados econômicos de junho mostram que a atividade está retomando o crescimento após a crise dos caminhoneiros. A produção industrial, que caiu -6,6% a/a em maio, subiu +3,5% a/a em junho mas ainda está abaixo da média de +4,4% a/a dos 4 primeiros meses de 2018. Os índices de confiança da indústria e do consumidor tiveram modesta recuperação e voltaram aos níveis de expansão, mas ainda estão distantes do início do ano. A taxa de desemprego voltou a ceder tanto pelo aumento do emprego em grande parte informal, quanto pela redução da força de trabalho.

Taxa de Desemprego segundo Pesquina Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD)


Resultados

Após as fortes saídas em maio (R$-8,4 bi) e junho (R$-5,9 bi), o fluxo estrangeiro na Bolsa voltou ao positivo em julho (R$+3,8 bi), impulsionando as ações.

29-jun-18 31-jul-18 Variação
Versa 5,649 6,290 +11,3%
CDI aa 6,4% 6,4% +0,5%
Ibovespa 72.763 79.220 +8,9%

 

Na segunda quinzena o Versa subiu +7,1% enquanto a Bolsa +3,4%, terminando o mês com desempenho superior ao índice. A carteira comprada (long) subiu +11% enquanto a vendida à descoberto, que inclui a proteção no S&P, valorizou +6%. As opções de bolsa e dólar contribuíram para o resultado positivo do fundo.

Livro Posição Líquida Lucro (Prejuízo)
Long 198% +21,5%
Short -195% -12,7%
Opç Bolsa +68% +5,4%
Opç Dólar -30% +0,3%
CDI +0,5%
Taxas -1,2%
Resultado +11,3%

 

Locamérica teve forte desempenho em julho e recuperou, como a bolsa, grande parte das perdas do sell-off. Usiminas foi a segunda maior alta da carteira apesar do fraco resultado impactado pela greve dos caminhoneiros. A alta de 7% nos preços do aço em relação tri anterior, a expectativa de novos aumentos e a normalização das operações indicam resultados melhores à frente. Direcional divulgou boas prévias operacionais do 2º tri com aumento da participação do Minha Casa Minha Vida faixas 2 e 3 nos lançamentos, e anunciou a criação de um fundo imobiliário para vender empreendimentos prontos de média-renda. Já a Petrobrás continuou a recuperar-se com a expectativa de bons resultados no trimestre.

Variação
Ação
Ganhos Versa
LCAM3 +23% +5,4%
USIM5 +21% +4,2%
DIRR3 +16% +2,7%
PETR4 +15% +2,5%

maiores ganhos em julho

Raia-Drogasil, maior perda do mês, subiu com a escassez de ações para alugar. O resultado do 2º tri, divulgado no início de julho, corroborou a tese da redução das margens e do crescimento das vendas em função do baixo reajuste de medicamentos e do acirramento da concorrência. Ainda assim, o fluxo de compra estrangeiro e a falta de ações para vender a descoberto têm feito a ação valorizar. IRB subiu com a expectativa de fortes resultados e Weg divulgou números bons do trimestre, impactados pela depreciação do Real.

Variação Ação
Perdas Versa
RADL3 +12% -4,0%
IRBR3 +10% -3,0%
WEGE3 +14% -2,9%

maiores perdas em julho

As eleições se aproximam,…

… as chapas e coligações foram definidas, e os projetos dos candidatos ganharam contorno. As últimas eleições foram uma montanha russa para os mercados pois a competição deu-se entre dois programas antagônicos, um liberal e com o potencial para amenizar a recessão que se desenhava, e outro distópico que não reconhecia os problemas econômicos do país. Este ano, ao menos, todos os candidatos reconhecem a urgência de reformas para reduzir o déficit fiscal, e tem diferentes soluções. A vitória de candidatos liberais e experientes, como Alckmin e Meirelles, pode trazer euforia para os mercados. Os liberais e inexperientes, como Marina e Bolsonaro, trazem incerteza mas não devem aumentar a aversão à risco dos investidores. Já a vitória de intervencionistas, como Ciro e Haddad, podem causar a fuga de capitais e a queda das ações. Acreditamos na continuação da recuperação da economia, independente do candidato que vencer. Por isso continuamos com uma carteira otimista com as ações brasileiras. O hedge no S&P ameniza choques na economia americana, que impactam o Brasil.

137 COMMENTS

  1. Parabéns pelo resultado. Só pra entender essas posições short que estão dando prejuízo hoje representam mais risco para o fundo? Por exemplo radl3 parece q o mercado adora esse papel, num rali da bolsa se ela explodir na alta vcs manteriam a posição? Outra dúvida essa posição vendida gera lucro em outra posição comprada? Só querendo aprender mesmo, sigo confiante no fundo,um abrs

    • Olá Ana. Não dá para afirmar que Raia Drogasil vai explodir num rally, mas se isso acontecer, manteremos a posição e potencialmente aumentaremos através de opções. As posições vendidas a descoberto financiam as posições compradas. Apostamos que as ações compradas subirão mais que as vendidas na alta e cairão menos que elas na queda. Um abraço,

  2. A parte final do texto ficou estranha. Citou Bolsonaro em duas categorias.

    “Os liberais e inexperientes, como Marina e Bolsonaro, trazem incerteza mas não devem aumentar a aversão à risco dos investidores. Já a vitória de intervencionistas, como Bolsonaro e Haddad, podem causar a fuga de capitais e a queda das ações. “

  3. Boa noite, a posição short não está em cima de ações altamente defensivas, caso da Wege e IRB, mesmo q elas não subam muito, elas sempre sobem , e em uma queda da bolsa, elas caem pouco causando grande prejuízo ao fundo. Não é muito risco , como aconteceu em Maio, estar Short em ações que oscilam tanto é q apresentaram excelentes resultados?

    • Boa noite Mauricio. As posições não são defensivas como parecem, e deve-se analisar a carteira. Em maio, por exemplo, o fundo caiu -11,0% e a bolsa caiu -10,9%. As ações são extremamente caras, por isso estão na carteira vendida à descoberto. Um abraço,

  4. na minha observação, nao colocaria Marina como liberal, e sim como uma retomada ao ideal PTista, portanto totalmente diametral ao liberalismo econômico. Grande abraço e parabéns pelos resultados do fundo !

    • Ela se cercou de economistas liberais, como Bolsonaro, mas é uma socialista. Pela incógnita, ambos trazem incerteza e não devem fazer o mercado sair cantando pneu no primeiro momento…

  5. Bom dia pessoal!

    Chegamos a 149 milhões de patrimônio.. o fundo fechará novamente esta semana? Parabéns pelos recentes resultados! Ainda bem que confiei na gestão e mantive minha posição.

    • Bom dia Pedro,

      Assim que o Fundo reabriu informamos que iria fechar com R$ 150 milhões. Isso deve acontecer está semana.

      Atenciosamente

  6. Também faço a mesma observação que o André fez quanto ao posicionamento de Marina Silva como Liberal.

    Marina Silva não pode ser enquadrada como Liberal, porquanto toda sua trajetória política se deu no ambiente político da esquerda. Vejamos o que o Wikipédia traz sobre a candidata, em que pese as criticas ao Wikipédia:

    “Ingressou no Partido Revolucionário Comunista (PRC), organização marxista que se abrigava no Partido dos Trabalhadores, então sob o comando do deputado José Genoíno.[25][26]

    Foi professora na rede de ensino secundário e engajou-se no movimento sindical. Foi companheira de luta de Chico Mendes e com ele fundou a Central Única dos Trabalhadores (CUT) do Acre, em 1985, da qual foi vice-coordenadora até 1986. Nesse ano, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT) e candidatou-se a deputada federal, junto com Candidatos do PT nas eleições de 1986: Hélio Pimenta, candidato a Governador, Chico Mendes, candidato a deputado estadual, Matias, candidato a Senador. Obtendo o apoio de Chico Mendes. Marina e Chico Mendes não foram eleitos.
    (…)
    Marina foi militante do Partido dos Trabalhadores (PT) por três décadas,”

    • Se formos ser rigorosos, nenhum dos candidatos podem ser chamados de liberal. Até o candidato do Novo não é lá totalmente liberal.

      Tanto Alckmin quanto Marina são sociais democratas. O Bolsonaro é uma incógnita, sempre teve postura estatizante e agora chama um liberal como conselheiro econômico…vamos ver…

    • Thiago, tudo bem? Concordo com essa dúvida tanto em relação à Marina quanto ao Bolsonaro, por isso escrevi no texto que gera incerteza e não devem fazer o mercado animar. Por outro lado, acho que Marina tornou-se uma liberal. As pessoas mudam, como o Gabeira que participou dos movimentos armados para implementação de uma ditadura de esquerda, e hoje carrega a bandeira da privatização. Uma coisa é ser de direita ou esquerda, outra coisa é ser intervencionista ou liberal na economia. A direita é a favor do live-mercado promover a distribuição de renda. A esquerda é a favor de políticas distribuitivas de renda. O regime econômico de qualquer um pode ser tanto liberal quanto intervencionista. A ditadura militar, por exemplo, foi um regime intervencionista de direita. FHC foi um liberal de esquerda. Marina cercou-se de acessores liberais, mas certamente é esquerdista. Um abraço,

  7. Estimados Luiz, Marcus e equipe,

    Parabéns pela retomada, com certeza fruto de inteligência emocional e expertise de vcs!
    Por isso invisto aqui e não diretamente, assim posso focar meu dia a dia na minha profissão que já me toma todo o tempo…

    Mantive minha posição nos meses anteriores e aportei mais um pouco no ápice da queda (pena que não tripliquei a aposta rsrs).

    Na opinião de vocês, quais seriam os cenários para a bolsa no caso da vitória de Bolsonaro ou de Alkimin?

    Sds,

    Abraço.
    Vinícius.

    • Boa Vinicius! Fico feliz em saber que você aportou lá embaixo. Essa é a melhor forma de investir no Versa. No último parágrafo desta carta escrevi como pensamos que o mercado reagirá a vitória do Bolsonaro ou do Alckmin.

      “A vitória de candidatos liberais e experientes, como Alckmin e Meirelles, pode trazer euforia para os mercados. Os liberais e inexperientes, como Marina e Bolsonaro, trazem incerteza mas não devem aumentar a aversão à risco dos investidores. Já a vitória de intervencionistas, como Ciro e Haddad, podem causar a fuga de capitais e a queda das ações.”

      Um abraço,

  8. Boa tarde pessoal do Versa,

    Hoje aportei mais um pouco no versa, entretanto gostaria de aportar mais este mês, mas pelo vista o mesmo fechará esta semana ainda.

    Assim, questiono se o patrimônio atinge um determinado nível, vocês reabrirão para novas aplicações. Se sim, qual nível seria (mais ou menos o mesmo nível que ocorreu recentemente)?

  9. No ritmo que anda, será que o fundo fica aberto até quinta? Estou pensando em tirar uma grana do tesouro para entrar no fundo, mas não sei se dará tempo…

  10. Luiz, Marcus e toda equipe, parabéns pelo trabalho.

    Agora para o fundo reabrir, acho que só se o Haddad (Lula) ou o Ciro vencerem as eleições.

    Se for Alckmin, capaz que, para desespero do Luiz e de nós, até a RADL subirá muito.

    Tomara que esse fechamento do Versa agora não coincida com um novo ciclo de baixa. E que seja Bolsa (Versa) foguete!

    • Boa Moisés! Estamos trabalhando duro pro Versa nunca mais reabrir, vença quem vencer as eleições. Grande abraço.

  11. Olá time Versa

    Curiosidade, quando tornarão públicos os dados do FIT? Ja passaram 6 meses, não passaram?

    Um abraço, amigos.

    • Boa noite Fernando. Os dados são públicos. Você encontra na CVM e nos sites de comparação de fundos. Nós começaremos a reporta-los a partir de setembro, quando fundo completa 6 meses. Um abraço,

  12. Prezado Luiz,
    parece que as pesquisas apontaram o crescimento do Bolsonaro, inclusive em São Paulo, após a semana de debates em que ele foi bombardeado por esquerdistas de todos os lados. Se o viés econômico do ministro da economia dele, o Paulo Guedes, é liberal, fala em reduzir o déficit público, é a favor de privatizações, o que mais é preciso para esse candidato agradar o mercado?
    Abr.
    FM

  13. Aprendi na filosofia budista uma frase que eu carrego agora como cotista de um fundo de renda variável. A frase é assim: “isso também vai passar”. Ou seja, virão as fases ruins e passarão. Virão as fases boas e elas também passarão. A nossa torcida é que um dia a fase boa dure muito mais que a fase ruim. Aí realizamos. Portanto, sempre que vem um mês muito bom, penso: isso também vai passar. Então psicologicamente já estou preparado pra queda. É assim nas ações, é assim na vida. Tudo é cíclico. Bora pra frente! Abraços e sucesso a todos! Há muitos sonhos empacotados nessas posições!

  14. Caros Gestores,

    O que podemos esperar desta crise turca? Como a bovespa pode ser afetada?
    Entendem já ser momento para novos aportes devido a forte queda desta semana ou melhor aguardar um pouco mais?

    Agradeço de antemão.

    Abç.

    • Boa tarde Vinícius,

      A crise econômica turca em um primeiro momento afeta os países emergentes de uma forma geral, porém sempre buscamos entender os fundamentos.

      Neste sentido cabe ressaltar que a economia brasileira vive um momento distinto da Turquia. Acreditamos que ao longo dos próximos dias essa assimetria deverá reduzir.

      Procuramos sempre destacar, que não existe um “momento mais adequado” para aplicar no fundo. O fundo é composto por ativos e, por ser multimercado, pode ganhar tanto na alta quanto na baixa da bolsa.

      Nossa correlação com a bolsa neste momento está alta não devido a política do fundo, mas porque acreditamos na recuperação da econômia brasileira e, consequetemente, dos ativos em bolsa.

      Outro ponto relevante que sempre destacamos, é que o investimento no fundo deve ser feito com cabeça de longo-prazo.

      Atenciosamente,
      Marcus Vinicius

  15. Acabo de lembrar-me de que o fundo fechou para novos aportes, mas mantenho a pergunta relacionando-a ao Versa FIT.

  16. estou cascando fora, se for para ficar atrelado ao índice apanhando nas quedas há opções melhores. Devo ter pegado uma época ruim (últimos 10 meses). Abs.

    • Faz favor Leo. Estou querendo que o fundo reabra para que possa aportar mais. Talvez você me ajude. Parabéns Versa. Excelente trabalho e transparência.

      • Boa Vinicius! Vamos juntos! Tem que entender a dinâmica do mercado e da renda variável. Caso contrário, não aguenta não. Ainda mais em ano de eleição. Normal volatilidade. Logo volta. Confesso que esperava -10. Menos mal! To com Versa até 2030!

    • Leo, pense no longo prazo, amigo. Entendo você, mas pense na coisa como um filme, não como uma foto. Como em toda onda, há marolas. Nenhuma onda é lisa. Se olharmos a marola, esquecemos da onda que está crescendo conforme o tempo. Confie e não olhe cotação todo dia. A equipe Versa é mais do que preparada, meu irmão. O próprio patrimônio dos gestores está no fundo. Bora em frente. Abraços,

  17. Boa tarde! Parabéns pelos resultados.
    Alguns questionamentos: ainda temos locamerica na carteira? O que vem a ser o Versa Tracker? Grato

  18. Bom dia Luiz

    Gostaria de saber se haveria a possibilidade de colocar no site do fundo versa um arquivo ex:(detalhamento da rentabilidade dia a dia do mês “ex:junho”) com a rentabilidade dia a dia do fundo versa e do ibov como é feito diariamente pela sua equipe.
    Pois tenho um planilha em que coloco a rentabilidade dia a dia do fundo para fins de estudo.

    Desde já o cumprimento pelo belo trabalho.

    Obrigado.

  19. Estamos acompanhando as altas da bolsa mas nas quedas estamos caindo 2 ou 3 vezes mais… Tomara que essa fase ruim passe logo, entrei em fevereiro e ainda to no preju de 15%.. Mas confio no longo prazo e sigo confiante.

  20. To com 17% de preju kkkk nunca fiquei no positivo. Vem uma alta de 3 e uma queda de 4…. Mas vou aguardar no minimo 1 ano pra reavaliar

  21. Bom, realmente está complicado, confiança demais no fundo talvez?! Fácil um fundo performar bem qdo a economia vai bem, se destaca aquele que consegue render em tempos ruins, o que não estamos vendo por aqui. Sorte em ter a lcam para fazer jus todo o ganho em ano? Azar em não render em períodos desfavoráveis?

    • Tivemos tempos ruins em 2014 e 2015, que durou até jan 2016. Depois disso, o fundo explodiu. Buscamos retornos assimétricos. Quando estamos otimistas (como agora), vamos muito mal quando a bolsa não anda. Os tempos estão turbulentos, é verdade, mas estamos confiantes na nossa estratégia. Achamos q estamos perto do ponto de virada, por isso estamos carregados. A dor no estômago tá batendo forte, mas não vemos razão para mudar a direção agora. Podemos estar errados e a perda pode ser grande. Se estivermos certos, os ganhos serão extraordinários. Esse é o Versa, e nunca falamos nada diferente disso para os cotistas, pelo contrário. Explanamos nossa posição quinzenalmente para deixar claro aonde estão pisando, e o que esperar. Em breve teremos um fundo de baixíssimo risco para oferecer aqueles que desejam investir conosco mas não tem o apetite para essa altíssima volatilidade. Um abraço,

      • To contigo ateh -100% kkk porque depois nao tem mais como aportar. rsrs iria aportar mais, mas fechou 1 dia antes. Acredito nesse extraordinário… a bolsa ta com boas oportunidades mas essa eleição ta travando

        • Também pensamos assim Fernando. Grande parte das nossas maiores posições compradas está perto das mínimas históricas (Hering, BR Properties, construtoras) enquanto as vendidas a descoberto (em especial a Raia) está nas máximas históricas apesar do operacional declinante. Como disse um dia numa carta mensal, o Versa é um sistema de grande entalpia. Hoje a energia tá represada. Quando liberar, será explosivo.

  22. Todo mundo que entrou no último semestre está negativo em praticamente -20%, felizardos aqueles que pegaram o subida de janeiro/2018. Investimento em fundo alavancado tem que ser de longo prazo mesmo, ainda mais para quem entrou na linha alta da Bovespa, senão, a tendência de tomar prejuízo é gigantesca, Falo por experiência própria. Paciência!

    • É isso mesmo Flaviane. Chamo atenção ainda para o Versa Fit, que começou no pior momento possível e, desde lá, cai exatamente igual à bolsa. Como falamos desde o início, o Fit é um produto mais adequado para aqueles que investem nos fundos de ações tradicionais.

  23. Essa questão que o Luiz falou da entalpia é muito verdade. Quando apliquei no Versa após ele fechar um mês no negativo, as cotas estão muito no positivo. Logicamente, quando apliquei em períodos de alta no mercado, ela está no negativo, mas aprendi um ditado na vida que diz que “o que paga a conta é a média”.

    O maior pecado dum fundo igual ao Versa é a pessoa aplicar quando o fundo rendeu muito e depois não aportar mais, principalmente quando ele reabriu agora em junho. Geralmente a pessoa fala para si mesmo: “quando subir eu coloco de novo”. E perde a chance de comprar “barato”, pois o excesso de informação disponível e o medo de perder, faz com que realize prejuízo.

    Digo isso pelos rendimentos em porcentagem da minha cota no último dia do mês de fevereiro (antes do fundo fechar) e os rendimentos do dia 11/06, quando reabriu para aportes. Também tenho o histórico dos aportes de dezembro de 2017, após fechar o novembro de 2017 com -11,82%.

    Como o Versa Pai fechou, adotei a seguinte estratégia iniciada nesse mês de agosto no FIT: Até o dia das eleições, vou aportar R$ 100,00 (pois o Fit permite) alternados em um dia, ou seja, um dia sim e um dia não.

    Como o sistema da Órama permite, quero observar a quantidade de cotas compradas em cada dia, acompanhas é claro de seus respectivos rendimentos em porcentagem. A volatilidade é uma grande aliada e como o Fit permite aportes a partir de R$ 100,00; quero ter esse histórico e também esse aprendizado para o futuro.

    Já ouvimos muito falar de pessoas que pegaram R$ 50.000,00 ou até mais e compraram Petrobrás, Vale ou ações de bancos em seus picos históricos e até hoje não recuperaram esse valor. E assim também vale para Fundos de Ações ou o Versa.

    Eu comprei cota do Versa Pai mensalmente desde setembro de 2017, mas meus melhores resultados foram quando o fundo não rendeu bem. O que faço é que quando rende bem compro menos e quando perde compro mais ainda. E sempre dividindo os aportes, para ter liquidez nesses momentos de baixa.

    Logicamente quando ele sobe acho bom, mas quando cai acho melhor ainda e compro mais.

    • Boa estratégia Moisés! Fiz a mesma coisa que você. Raspei o cofre nessa queda e, apesar de ter voltado a cair, estou no lucro nessas novas aplicações. Grande abraço!

  24. Luiz, boa noite..
    Todo esse otimismo do “ponto de virada” que sempre é falado aqui no Versa, continua mesmo com pesquisa após pesquisa apontando Bolsonaro líder nas intenções de votos e Marina em segundo lugar? Os candidatos reformistas, como o Alckimin, não estão conseguindo chegar nem nos dois dÍgitos.. Como vocês avaliam isto?

  25. Tenho a mesma dúvida do GD. Esse otimismo em uma estratégia e ponto de virada está focada somente em um cenário como Bolsonaro eleito, ou a estratégia contempla cenários com Alckmin, Marina ou Ciro ganhando a eleição?

      • Obrigado pela atenção, Luiz. Realmente, parece que temos bastante chance com três cenários possíveis, dois dos quais estão no topo das pesquisas e um que pode crescer com o horário eleitoral. Enfim, há motivos para estarmos otimistas. Abraços

        • E digo mais. Temos um deficit fiscal crescente, que aumenta a divida/pib, mas este é financiado pela poupança interna através de um sistema bancário saudável e desalavancado. Com o atual superavit em conta corrente, baixo endividamento externo e grande reserva cambial (o que nos torna credores externos líquido), nossas contas externas nunca estiveram tão saudáveis quanto hoje. Por isso não corremos o risco de passar por um choque cambial como a Turquia e a Argentina, que têm grande estoque de dívida externa, não tem reservas e dependem de financiamento de fora para fechar as contas.

          O déficit fiscal brasileiro cresceu muito nos últimos anos em função da queda grotesca do PIB de 2015 e 2016, maior recessão da história. Se o próximo presidente começar a fazer as reformas, impactará positivamente a confiança, fará o crescimento PIB acelerar, e o déficit fiscal se reduzirá rapidamente pelos dois efeitos.

          Resumindo, o Brasil não é vulnerável, o problema é conhecido e fácil de resolver. Não é a toa que TODOS os candidatos tornaram-se reformistas. O único cuja abordagem intervencionista pode atrapalhar é o Ciro Gomes.

          Soma-se isso ao valuation de crise de diversas empresas, não tem como não ficar muito otimista…

  26. Tem razão Luiz, momentos como esse em que se juntam vários fortes indicadores são raros. Obrigado por compartilhar conosco. Abraços e sucesso.

  27. Uma dúvida quanto às reformas que eu pesquisei e não achei em nenhum lugar. Em uma eventual reforma igualar o regime dos Funcionários Públicos com o regime geral, os funcionários públicos que ganham grandes salários de 20 mil ou mais que hoje pagam 11% do valor total, vão pagar sobre o teto da Previdência, que é de 5 mil e pouco, dessa forma como as aposentadorias que já são pagas não vão ser mexida devido o direito adquirido, não teria a princípio um aumento do déficit?

    • Boa dúvida Thiago. A reforma demorará anos para impactar as contas públicas, por isso fala-se na economia em 10 anos. A chave é a relação contribuição x benefício, que deve ser similar para todos.

  28. Luiz, só gostaria de registrar que você faz falta no twitter. É interessante te acompanhar e poder compreender o rumo das coisas de forma menos técnica e mais casual. No twitter do Versa, até por ser da instituição, os posts são mais pontuais e técnicos. O seu trazia uma sensação interessante pra quem é cotista. Simplificando, você nos dava uma posição sobre tudo de uma forma mais popular. Espero que volte em algum momento. Abraço

  29. Caro Luiz,
    Alguma chance de reabrir o fundo face as quedas recentes do patrimônio líquido?

    E o Haddad? Vocês acreditam que ele realmente possa fazer frente à campanha de Bolsonaro? Me parece que infelizmente PT vai despontar nas pequisas em comparação ao Alckimin… Vocês tem algum palpite?

    Abç.

    • Vinicius tudo bem? Nao vamos reabrir o fundo. O Versa é volátil demais, e em breve o Fit já começará a mostrar a performance. Não está boa no momento, mas estamos confiantes que vai virar. O risco do Fit já é alto, próximo à volatilidade da bolsa. A partir de agora é só ele.

      Achamos que a candidatura do PT tem chance razoável de ir para o segundo turno, mas baixíssima chance de ganhar. As pesquisas divulgadas antes de pelo menos uns 15 dias de campanha na TV e rádio são irrelevantes. A queda atual, na nossa opinião, é um baita buy opportunity.

      Um abraço

  30. Sinceramente, o cenário político anda muito aberto. A cada dia uma pesquisa fraudulenta dos institutos que estamos acostumados a ver por aí, as quais apontam cenários diversos. Apesar de uma visão cética, têm alguns sites abertos de votação que parecem representar algo mais fidedigno, visto que as pessoas votam apenas uma vez, como por exemplo o https://www.opinionstage.com/palmelonews1/em-quem-vc-vota-para-presidente, que está amplamente divulgado na internet e com mais de 200 mil votos. Francamente, espero que essa turbulência passe logo e voltemos a crescer. Um abraço e muita luz ao Luiz Alves.

    • Bom dia Diogo,

      Em breve vamos enviar um comunicado com detalhes sobre o produto.

      Atenciosamente,
      Marcus Vinicius

    • S&P 500 batendo máxima histórica e Bovespa afundando com a “força do PT”… amanhã bate recorde de choro. Fundo alavancado é coisa de no mínimo 2 anos.. já disse imediatistas. E será isto aí até dia 28 de outubro, só ficarão os fortes até lá. Como não preciso do dinheiro agora vou até 2020!

  31. Amanhã a pancada na cota será fortíssima. Contudo, continuo firme pensando no longo prazo e confiando nos gestores.

  32. Boa noite Luiz, gostaria de entender pq a variação negativa informada por vcs está em 12% e calculando o meu patrimônio a diferença é de -18,25%. Site de vocês está desatualizado ou o sistema da Órama o negativo é mais brusco?! Alguma medida será tomada na carteira qto todas essas volatidades e o dólar nas alturas? Abs.

    • Boa noite João. O desempenho que aparece no site refere-se ao mês. Você deve ter aplicado com a cota acima do fechamento do mês anterior. Estamos sofrendo com a alta volatilidade que começou com a crise na Turquia e se estendeu ao cenário eleitoral. Estamos confiantes com a carteira, por isso fizemos apenas mudanças pontuais. Estamos alertas para reduzir o risco caso o cenário mude, mas por enquanto achamos que é apenas volatilidade. Um abraço,

      • Luiz, boa noite, sou cotista do fundo e tenho as mesmas duvidas do Joao, gostaria de saber se o comentario sobre patrimonio x patrimonio aplicado que estava no blog tem alguma correlação com isto.

        • O comentário deixado era completamente descabido. “veja o patrimonio aplicado vs o atual, fica a dica”. O que essa pessoa quis dizer com isso? Não aceitamos ilações, teorias das conspiração, ou qualquer coisa do tipo, por isso apagamos o comentário.

          A explicação para isso é simples: o Versa captou a maior parte dos recursos nas máximas, e depois caiu. Por isso o patrimonio aplicado é maior do que o patrimônio do fundo atualmente. Quando passarmos da cota média das aplicações no fundo, o patrimônio investido será menor do que o patrimônio do fundo, como era até começarmos a captar. Acreditamos que em breve estaremos lá

          Um abraço,

  33. Luiz, eu estava no Fit, no dia 03 dei a compra do Versa, cotizou no dia 06, e desde do dia 07 já está atualizando via Versa, ou seja, nem é todo o período e a variação é muito superior a informada aqui. Então gostaria de entender. Obrigado!

    • Errado. Quando se aplica em ação o fundo é zero. Quando se aplica em fundo de ação não tem fundo e sim dívida. Abc pra mim deu!

    • Rapaz, não sei se você ainda não entendeu, mas VOCÊ entrou em um produto de alta volatilidade. VOCÊ entrou. Ninguém te forçou a entrar. Agora vê se pára de chilique e tenta entender as coisas com maturidade. O mercado é cíclico. Esperava que fosse ascendente eterno? É um produto de alta vol. porque cai forte, mas cresce mais forte ainda. No final, na média, você verá que vale a pena. Mas você tem que esperar o final. Se não fossem as crises, não teríamos os picos. Tudo é oportunidade. Howard Mark disse: Quando estão imprudentemente confiantes e compram agressivamente, devemos ser muito cautelosos; Quando os outros estão assustados com uma inação ou uma venda em pânico, devemos nos tornar agressivos.

  34. Luiz, pensando no longo prazo, entendo que temos muitas oportunidades. Por favor, considerem reabrir o fundo novamente.

    • Abrir o fundo na fase de prejuízo é um desrespeito com o cotista que segura a barra nas perdas; se for pra ser assim toda vez que o fundo perder vou pular fora e esperar reabrir para so pegar as altas

  35. Rapaz. Se as porradas que o fundo estiver levando forem com as posições em ações, dá pra ficar mais tranquilo. Ações sobem e descem e não têm prazo de validade. Agora se os prejuízos forem em apostas no mercado futuro e opções, onde os contratos têm vendimento, é grana mais difícil de voltar, mesmo recorrendo a uma rolagem. Mas independente disso, é mais fácil ter estômago quando a grana que o cotista aloca no fundo não representa mais de 10% do patrimônio. Quem bota boa parte do que tem, no olho grande, fica aí passando mal quando o fundo leva porrada de 6,3%…

  36. Senhores, que tempos turbulentos! Estamos todos chateados com a queda. Como maior cotista do fundo, estou perdendo bastante dinheiro. Enquanto recomendamos ninguém investir mais de 20% do patrimônio no Versa, tenho 80% do meu lá. O estômago tá doendo, tive que voltar ao Nexium para aguentar. Apesar do stress, não estou preocupado com a queda. 75% do resultado adverso vem do long & short. Nossos longs caíram muito e nossos shorts subiram. Os outros 25% da perda vieram da posição comprada via opções, maior fonte de lucro no ano. Temos muita convicção da nossa carteira comprada e vendida a descoberto, e estamos posicionados para explodir mais uma vez caso a eleição seja favorável, como acreditamos que será. Se as eleições não forem favoráveis, incorreremos em alguma perda mas as ações ficarão ridicualmente baratas e será oportunidade de aportar. Vamos com tudo que o futuro promete. Um abraço a todos e obrigado pela paciência!

    • Grande Luiz, obrigado por seus esforços e pela transparência. Digo por mim: continuo muito confiante. Tenho 30% do meu patrimônio no fundo e se alguma vez me arrependi de algo, foi de não ter colocado mais. Abraços e sucesso a todos.

      • Digo o mesmo aqui. Estou com 40% do patrimônio no fundo, e apesar de já estar negativo no ano, sigo confiante. Fico mais triste por não ter mais grana para aportar nesse momento (mesmo que diretamente em ações) de que pela queda em si. Normal alguns realizarem o prejuízo agora, são nesses momentos que os impacientes transferem os lucros para os pacientes.
        VAMOS PRA CIMA!

  37. Luiz, eu entendi que a pessoa se referiu, de forma irônica é claro, que o Patrimônio Líquido do Versa é menor que a carteira.

    Mas isso está no regulamento do fundo, por isso é um fundo alavancado e isso já foi comentado aqui inúmeras vezes.

    Por isso a pessoa tem que concordar quando do momento do aporte.

    E assim é a vida, maior a remuneração, maior o risco.

    Mas um omeprazol no momento vai bem kkkk.

    Tamujunto!

  38. Sigo confiante no Fundo e pouco preocupado. Entrei ciente da volatilidade, meu foco é 2025. Penso que, como eu, ha muitos dispostos a dar um voto de confiança a vocês, ou seja , comprar mais cotas em grandes baixas como essa. Deem uma chance aos seus investidores fiéis!

    Abs.

    • O Fit é arriscado o suficiente. O Versa é muito volátil, pois é a nossa grana. Não me preocupo com ela, mas fico muito preocupado com a grana dos cotistas. Por isso não vamos reabrir o Versa nunca mais…

      • Cuidado e Caldo de Galinha faz mal a ninguém né, Luiz?

        Seu comentário foi muito sensato.

        Sigo confiante e firme no Fit.

        A única coisa que achei ruim foi que tive cotização segunda e terei uma com data de hoje, infelizmente não tive com a data do furacão de ontem rsrs.

        Mas no longo prazo isso é irrelevante.

        Habemus Fit!!!

      • Não abrir nunca mais é um motivo a mais para não sair do fundo. Prefiro estar dentro e realizar algumas perdas no caminho do que estar de fora e ver explodir.

      • O pessoal ia estar chorando no fit também.
        Então não fechem pra sempre o versão

        Podemos precisar de combustível mais adiante.

        Não esqueçam de estudar o prev.

        Abraços

  39. Desculpe a ignorância meus amigos, sei que o fundo possui uma carteira vasta e diversificada, mas gostaria de entender porque em regra quando o índice ibovespa cai em um dia 1, 1,5 ou 2% o fundo sofre quedas de 3, 4, 6%, mas quando o ibovespa sobe na mesma proporção, o fundo só acompanha ou as vezes nem supera a subida do índice, como no caso do dia de ontem, por exemplo.
    Confio na gestão do fundo e isso é apenas uma curiosidade de quem ainda está iniciando nesse mundo de investimentos e mercado financeiro.
    Um abraço!

    • Caio, tudo bem? Isso não é a regra, mas é o que tem acontecido justamente pelo fundo ser uma carteira de ações. Veja Locamerica, por exemplo, um dos nossos maiores investimentos. Caiu 7% na terça com a bolsa em queda de 1,5% e caiu 0,2% ontem com a bolsa em alta de 2%. Esse mês está especialmente ruim para nosso long&short, mas em fevereiro por exemplo o fundo subiu quase 10% enquanto a bolsa ficou zerada. Isso é tudo fruto da baixa correlação do long and short com o índice Bovespa. Um abraço,

  40. Esse fundo cai demais nas quedas do Ibovespa e não sobe quase nada nas altas. Mesmo assim, a equipe Versa sempre tem uma desculpa, mas a verdade é que esse navio esta afundando! Acho que todo mundo veio aqui pelas altíssimas rentabilidades de 2016 e 2017, entretanto em 2018 até agora esta horrível. Sorte de quem saiu antes! Ainda bem que cai fora! Abraços !

    • Fábio, estamos sofrendo bastante com esse sell-off, mas a carteira é muito parecida com a que subiu significativamente em 2016 e 2017. Apesar de todo o sell-off, o desempenho do Versa está próximo ao do Ibovespa em 2018. Esperamos repetir o bom desempenho quando o mercado acalmar. Temos também a opção do Versa Fit, que tem volatilidade mais próxima do Ibovespa. O barco não tá afundando porque o casco é o dinheiro dos sócios. Sentimos muito a sua decepção. Um abraço,

  41. Boa Noite!

    Venho acompanhando esse “bate papo” entre a gestora dos recursos e os cotistas, acredito muito no trabalho da equipe, até mesmo pela transparência que apresenta junto aos cotistas e a preocupação deles em manter todos informados (o melhor possível), apesar de entender que temos o direito de sanar eventuais dúvidas junto à equipe de gestão, acredito também que devemos partir do seguinte príncipio: estamos investindo em RENDA VARIÁVEL, logo ela VARIA de acordo com os humores do mercado, e SE a visão (colocada pela gestão) é de LONGO PRAZO, esse resultado deve ser “cobrado da equipe SIM”, MAS é no prazo LONGO e NÃO em POUCOS DIAS OU MESES, lembrando que LONGO É LONGO (ainda que exista uma PEQUENA variação de pessoa para pessoa neste sentido, mas deve ser PEQUENA). E para finalizar, acho que PRECISAMOS ocupar MENOS OS GESTORES com explicações sobre aspectos pontuais E PERMITIR ASSIM QUE OCUPEM seu ESFORÇO MENTAL na GESTÃO e não sendo “pressionados”, “julgados” ou até mesmo sofrendo com uma má educação por parte dos investidores. Essa é uma decisão PESSOAL, cada um assuma sua RESPONSÁBILIDADE. Um abraço e força ao LUIZ ALVES e demais integrantes.

    • Está ditando regras? Dando lição de moral? O que vc quis dizer com isso? Todo mundo aqui é sócio e se a equipe Versa abriu este espaço é para que todos entendam o que está sendo feito no fundo e se compartilham a mesma visão da gestão. Logo questionamentos são válidos. Não há cabimento em dizer que a equipe trabalha tanto que não possa expor seus resultados, suas visões ou responder comentários. Afinal, muitos sócios ainda estão no fundo devido a esses comunicados por parte da gestão

  42. Rodrigo, muito bom você tocar nesse assunto. Principalmente se tratando de deixar os gestores trabalhar em paz. A responsabilidade deles eles já sabem. Não precisa ninguém aqui cobrar, ainda mais tratando-os como se fossem seus funcionários. Todos aqui somos sócios, entramos com dinheiro por nossa livre e espontânea vontade. Ninguém nunca enganou ninguém. Mas quer saber de uma coisa? existe algo que se chama seleção natural. Ou seja, naturalmente essas pessoas vão embora e fica quem tem que realmente ficar. Cara, tenho um orgulho imenso de ser parte do Versa, exatamente pelo que esses caras fazem, seja por abrir o fundo pra dar a chance a investidores em geral, ou dando as caras aqui no meio do furacão, tomando porrada gratuita de ingratos. Vamos seguir. Sucesso a todos. Nos vemos no pico!

    • Sem falar que o fórum é aberto para qualquer um. Nego vem falar um monte de abobrinha aqui e ainda assume que nem cotista do fundo é.
      Santa paciência!

    • Sem falar que o fórum é aberto para todos. Tem gente que vem falar abobrinha e ainda assume que nem cotista do fundo é.
      Santa paciência!

  43. Com todo respeito à equipe e aos demais, mas entrei no FIT desde o começo e tinha o original tbm. Depois de muita porrada, confesso, saí. Reapliquei o montante e somei um pouco em outros fundos de ações: Franklin, Lacan, Órama Bolsa e ARX. Vocês não imaginam o alívio. Quando a bolsa despenca nao há mais aquelas porradas sem fundamento. Na média o ganho é maior e a perda é menor. Então eu venho no site e vejo a variação da cota simplesmente para ver o tanto que eu fiz bem eu pular fora… Esse fundo era ótimo, teve uma estratégia interessante nos anos anteriores (o que “fez seu nome”), mas a impressão que tenho é que agora (2018) a equipe aperta o mesmo botão, mas o resultado não vem… conclusão: hora de rever estratégias. Isso vale para tudo na vida. O papo de longo prazo é bom, acalenta corações e conforta, mas tudo tem limite. Eu não tenho dúvidas que fiz a escolha certa. Ressalto que não estou contra ao fundo ou a equipe e, tão logo as coisas coisas melhorem por aqui, voltarei a aportar sem medo. Mas confesso que perdi um pouco a confiança para 2018. De toda a forma, parabéns pela transparência e profissionalismo. Nem todo dia é dia de vitória. Forte abs!

    • Leonardo, você não está errado. A questão é que o objetivo e perfil dos produtos são diferentes. Pode ser que o Versa caia mais ainda esse ano, -50%, o fundo é muito volátil, situações parecidas já aconteceram tbm no passado.
      Quando acontecer de subir, pode subir muito forte tbm, como já aconteceu, e assim é o fundo.
      As cartas sempre estiveram na mesa, a questão é que o investidor, sem auto conhecimento, só olhou para os pontos que lhe pareciam favoráveis e esqueceu de ver que o fundo já teve períodos não tão favoráveis também.

      Não é que o Versa seja bom ou ruim, a verdade é que você constatou da pior forma que o fundo nao compartilha do mesmo perfil que o seu.

      É a mesma coisa de alguém dizer que Bitcoin é ruim pq perdeu dinheiro: Será que Bitcoin é ruim mesmo ou o investidor que não sabia onde estava se metendo?

  44. Pode ter feito sua escolha certa sim leonardo.
    cada um com seu perfil de risco, mas isso não faz o fundo passar a ser ruim.

    Eu fiz o contrário de ti, ou seja, tirei de fundos menos voláteis como hix, garde e perfin e coloquei aqui

    Seguimos firmes, Versa.

  45. Boa noite,

    Eu compartilho da mesma experiência do Leonardo, iniciei em novembro de 2017, acabei resgatando a maior parte e diversificando os investimentos na mesma linha de volatilidade, retorno e risco. A minha preocupação é em relação as perdas, que são muito mais expressivas sendo que os ganhos estão igualados a outros fundos do meu portifólio. Admiro a transparência e profissionalismo da equipe, mantenho um valor investido e acredito que esta abertura de nos expressarmos possa ser levada de maneira positiva, como uma preocupação de um investidor que acredita no trabalho da equipe.

    Obrigado

Comments are closed.