Resultado Mensal: Versa +13,7%, CDI +0,6%, Ibov +6,4% (Dez-17)

2881

Resumo do Mês

A segunda quinzena de dezembro não teve surpresas. Após o adiamento da Reforma da Previdência a bolsa voltou a subir, valorizando +5,2% na quinzena e fechando o mês em alta de +6,4%. O Versa acompanhou a bolsa até o último pregão do ano quando teve forte alta e fechou a quinzena subindo +13,0% e o mês +13,7%.

Mês de Dezembro

30-nov-1729-dez-17Variação
Versa4,4205,02613,7%
CDI aa7,4%6,9%0,6%
Ibovespa71.78376.4026,4%


Segunda Quinzena de Dezembro

15-dez-1729-dez-17Variação
Versa4,4495,02613,0%
CDI aa6,9%6,9%0,3%
Ibovespa72.60876.4025,2%

 

Como mencionamos no último resultado quinzenal, aumentamos a exposição comprada através de opções de índice Bovespa, o que rendeu frutos na segunda metade do mês. As opções de índice deram lucro de +2,7% para o porfolio.

LivroPosição LíquidaLucro (Prejuízo)
Long207%18,7%
Short-140%-8,6%
Opções125%6,0%
CDI79%0,4%
Taxas-1,5%
Resultado 13,7%

 

O destaque de dezembro foi, mais uma vez, Locamérica. O anúncio da aquisição da Unidas fez a ação subir +12% no último pregão do ano, fechando o mês em alta de +23% o que gerou ganho para a carteira de +8,8%. O segundo melhor desempenho no mês foi Vale que subiu +15% e gerou lucro de +4,4% para a carteira. O investimento em Vale guarda muitas similaridades com Fibria. Assim como a produtora de celulose, Vale está começando a colher os frutos da sua última expansão, o S11D, que vai aumentar a sua receita e reduzir o custo médio de produção significativamentes. Assim como a celulose, o mercado desconfia do preço atual do minério de ferro que tem subido apesar da maior oferta vinda do S11D e da menor demanda oriunda do fechamento de siderúrgicas ineficientes na China. Com o cenário atual do minério e a melhora operacional das outras divisões, a Vale deve desalavancar rapidamente e pode pagar 15% do seu valor de mercado em dividendos em 2019. O preço das commodities é incerto mas nos investimento em Vale e em Fibria o tempo joga a nosso favor.

O destaque negativo de dezembro foi o investimento no setor de proteínas animais. Temos uma pequena arbitragem entre Minerva e JBS. As empresas negociam a valuations parecidos e, apesar da presença global e da Seara serem vantagens comparativas da JBS, acreditamos que a empresa sofrerá piora operacional nos proximos trimestres em função das mudanças de comando que passou recentemente. No mês de dezembro a JBS subiu +24% causado perda -1,9% ao fundo enquanto a Minerva caiu -1,8% causando prejuízo de -0,2%.

[visualizer id=”3410″]

7 COMMENTS

  1. Recuperou bem a queda de novembro/2017. Excelente o rendimento de dezembro, parabéns. Continuem assim!!

  2. Realmente, Janeiro o Verso tá voando! Só uma curiosidade, como vocês receberam a notícia de que a CVM proibiu fundos Multimercados a investir em Moedas Virtuais?

    • Boa noite Leandro. A notícia é neutra para nós pois não investimos em moedas virtuais. Pessoalmente acho a notícia ótima pois as criptomoedas permitem lavagem de dinheiro, além de não terem característica de moeda tampouco de investimento. A CVM está fazendo bem o seu papel.

  3. Muito obrigado pela resposta, pelo sempre ágil feedback, e pelo desempenho do fundo. Jamais suspeitei, somente quis abrir o microfone pra que vocês pudessem deixar explicito! Abs!

    • Dos R$500 milhões da oferta, R$ 400M são para quitar a parte em dinheiro da Unidas e os outros R$ 100M vão reforçar o caixa atual de R$ 300M da Locamérica, o que é necessário pela maior empresa que se tornou. Será um bom teste para eles pois a remuneração das debêntures será definida pelo mercado.

Comments are closed.