VALE: Multa Pode Chegar a 20% da Receita. Seguimos Otimistas com Vale

0
1096

De acordo com uma notícia veiculada pela Bloomberg, a Vale pode receber uma multa equivalente a 20% de sua receita em 2018, caso seja julgada culpada em uma investigação que apura se houve ação da empresa para dificultar a fiscalização do governo em barragens de rejeitos de mineração. A informação teria vindo do Secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, Alexandre Vidigal de Oliveira.

Caso confirmada, essa multa seria perto de R$27 bilhões, que hoje representa ~10% do valor das ações da Vale na bolsa de valores. Acreditamos que, se as punições financeiras pararem por aí, teria espaço para recuperação das ações da Vale, dado que: (1) o valor da empresa sofreu de forma exagerada desde o rompimento da barragem de Feijão, em Brumadinho (-18%); (2) a potencial perda de volume da Vale já causou impactos positivos no preço do minério de ferro.

Atualizamos nossas estimativas de Vale para considerar:

  1. Uma multa de R$27 bilhões referente ao acidente em Brumadinho;
  2. Câmbio BRL/USD de 3,78 (preço atual).
  3. Preço do minério de ferro @ $85/tonelada (preço atual)
  4. Volume vendido de 330 milhões de toneladas, considerando uma perda de 70 milhões de toneladas com o descomissionamento de barragens no sistema Sul da Vale, consequência também do acidente em Brumadinho.

O Resultado Sustenta Nossa Posição Comprada em Vale

Com essas estimativas, as ações da Vale negociam hoje (R$46/ação) em um múltiplo EV/EBITDA de 3,9x, contra seu histórico de 6,0x. Não conseguimos prever se novas punições surgirão para a Vale, mas com a informação que existe hoje, acreditamos que as ações estão com desconto excessivo frente ao histórico e ao potencial de geração de caixa da companhia.

Paulo G. Valaci, CNPI