Resultado Mensal (Julho/21)

2196

Acesse aqui o material mensal completo

O segundo semestre começou mais fraco para a bolsa brasileira. O índice bovespa, que chegou a subir +18% entre fevereiro e junho, recuou -3,9% no mês de julho. Enquanto nos EUA os índices de ações seguem batendo recordes históricos (S&P 500 +2,3% no último mês), por aqui o receio em torno da inflação e situação fiscal vem causando pressão altista na curva de juros, fenômeno que contém a euforia com ativos de risco como ações. Além disso, ainda há incerteza em relação à reforma tributária. A proposta sendo discutida ataca o “core” do empreendedorismo e do investimento em ações (dividendos), criando mais um empecilho ao ambiente de negócios para um país já pouco amigável ao tomador de risco, seja ele empresário ou investidor de bolsa. Dito isso, o Ibovespa ainda negocia acima dos níveis pré-pandemia, levado pelos fortes resultados das empresas diante da retomada econômica, dos juros ainda relativamente baixos, dos altos preços de commodities e (para as exportadoras) do dólar ainda valorizado.

O mês foi desafiador para os fundos da Versa. Nossa carteira long (fundo Charger) sentiu os efeitos do pessimismo geral, principalmente nossos investimentos nos setores de varejo e lajes comerciais, negativamente impactados pelos receios macro e microeconômicos descritos acima. O mesmo vale para nossos fundos Versa, Fit e Tracker, o último (nosso fundo macro) sendo impactado também pela própria abertura da curva de juros. No mês, tivemos queda de -8,8%, -3,8%, -4,2% e -8,7% no Versa, Fit, Charger e Tracker, respectivamente. Os destaques negativos da carteira long foram as ações de Via Varejo (-20,3% no mês), Lojas Marisa (-16,5%), Guararapes (-14,8%), BR Properties (-5,8%) e Even (-13,9%).

Mas nem toda a carteira long foi mal em julho. Nossos destaques positivos foram Hering (+8,7% no mês), Ternium (+26,5%) e JBS (+10,1%). A Ternium passa por um excelente período no que tange a rentabilidade e valuation. O principal motivo é o preço do aço que vem se beneficiando de um descompasso de demanda (alta) e oferta (restrita) principalmente na América do Norte, região responsável por metade das vendas da empresa. Nos resultados do 2o trimestre divulgados essa semana a empresa divulgou uma geração de caixa livre recorrente anualizada de US$4,47 bilhões. Isso equivale a 45% do valor de mercado das ações da Ternium. Acreditamos que apesar da alta recente das ações os bons fundamentos do negócio ainda não estão adequadamente refletidos no preço das ações. 

Seguimos investidos na tese da reabertura econômica, concentrados nos setores e empresas que acreditamos ter: (1) a melhor exposição à retomada pós pandemia; e (2) os valuations mais atraentes. A onda de fortes resultados (muitos recordes inclusive) nessa temporada que acaba de começar dá pistas de uma boa retomada. Estamos alocados nas empresas cujas ações ainda não refletem por completo esta melhora.

Disponibilizamos mais detalhes sobre os principais ganhos e perdas do mês nas tabelas.

Agradecemos a confiança depositada,

Equipe Versa

Resultado dos Fundos

Atribuição de Performance

Destaques Positivos

Destaques Negativos

Disclaimer: As opiniões, análises e informações contidas nesse artigo não constituem recomendação de investimento, nem tampouco material de oferta para subscrição, compra ou venda de títulos ou valores mobiliários, instrumentos financeiros, cotas em fundos de investimento ou qualquer produto ou serviço de investimentos. Declarações contidas neste artigo relativas às perspectivas dos negócios, projeções de resultados operacionais e financeiros, bem como referências ao potencial de crescimento das companhias citadas, constituem meras previsões, baseadas nas expectativas do analista responsável em relação ao futuro. Essas expectativas são altamente dependentes de fatores incertos, como o comportamento do mercado, da situação econômica do Brasil, da indústria e dos mercados internacionais. Portanto, cada declaração aqui escrita está sujeita a mudanças, e não deve ser utilizada como insumo para qualquer estratégia de investimento pessoal ou institucional. A Versa Gestora de Recursos Ltda., seus sócios e colaboradores, por meio dos fundos de investimentos da casa, podem ou não estarem posicionados em títulos e valores mobiliários de emissores aqui mencionados, de forma que eventualmente influencie nas opiniões e análises aqui presentes.